Páginas

sábado, 31 de maio de 2014

De 56 obras, apenas 22 devem ficar prontas a tempo da Copa em Cuiabá

Apenas 39% das obras do cronograma de projetos a serem executados para a Copa em Cuiabá devem ficar prontas até o mundial de futebol, que começa daqui a 13 dias. Segundo a Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), a intenção é entregar três obras de mobilidade urbana antes do início do evento para facilitar o acesso à Arena Pantanal, onde serão realizados jogos. Somando com as outras 19 que já entregues, 22 obras devem estar concluídas até a Copa.

Nesse prazo de menos de duas semanas, devem ser entregues as obras de duplicação da Rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá; a trincheira do Verdão, nas proximidades da Arena Pantanal, e o viaduto Dom Orlando Chaves, que cruza a Avenida da Feb, principal avenida de acesso entre Cuiabá e Várzea Grande, onde fica o Aeropoto Internacional Marechal Rondon.
Com várias obras da Copa em andamento, a intenção é liberar as principais vias de acesso ao aeroporto e à Arena Pantanal, permitindo o fluxo de veículos, especialmente dos ônibus coletivos que, mesmo sem nenhuma alteração na frota para atender a demanda, deverá ser o principal transporte usado pelos turistas durante os jogos. Muitas dessas obras estão relacionadas ao Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que deveria ter ficado pronto há três meses para operar durante a Copa. Mas, diante de sucessivos atrasos, o prazo não foi cumprido e o VLT só deve ser usado pela população no próximo ano.
Sem a conclusão do VLT, que foi escolhido em detrimento do Bus Rapid Transit (BRT) que já estava incluso na matriz de responsabilidade, apenas metade da verba prevista para ser gasta com a Copa em Cuiabá foi aplicada. Conforme o portal transparência, do governo federal, de R$ 2,3 bilhões previstos, R$ 1,1 bilhão foi pago às empresas contratadas para executar as obras. O dinheiro é liberado de acordo com o percentual executado.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Fifa proíbe uso do entorno da Arena Pantanal para lazer da comunidade


A Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) informou que a população já não mais poderá utilizar a área ao redor da Arena Pantanal, em Cuiabá, para práticas esportivas e de lazer. De acordo com o órgão, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) está interditando o entorno do estádio até os dias da Copa do Mundo.

Desde a finalização do espaço, a área do perímetro da Arena tem sido utilizada pela população da cidade para práticas esportivas. Principalmente durante a tarde e em fins de semana têm sido vistos grupos de caminhada, corrida, ciclismo e skate na parte cimentada e plana que envolve o estádio. Entretanto, a rotina recém iniciada agora terá de ser alterada.

De acordo com a Secopa, o espaço está sendo cercado pela Fifa com grades de proteção para garantir a segurança do estádio e permitir o avanço dos últimos retoques no local, que consiste na instalação de estruturas complementares.
O governo aponta que a Fifa, no momento, tem autonomia para aplicar a medida porque o estádio já foi entregue oficialmente à federação para a Copa do Mundo na última quarta-feira (21). O isolamento da área, segundo a Secopa, é medida padrão adotada pela entidade internacional em todos os estádios do torneio.

Por isso, até a Copa a população deixará de ter acesso livre à área de entorno. A liberação só deverá ser feita após o torneio.

A Fifa manda no Brasil agora?

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Bens bloqueados!

Para garantir a não dilapidação do patrimônio público, que supostamente foi desviado por meio de fraudes e lavagem de dinheiro, réus e alvos investigados pela Operação Ararath, da Polícia Federal, tiveram os bens e contas bancárias bloqueadas por determinação do juiz da 5ª Vara Federal em Mato Grosso, Jefferson Schneider. A decisão foi tomada na terça-feira (27)  e está em segredo de Justiça, por isso não foram revelados quais os alvos que tiveram os bens bloqueados.

Segundo a denúncia do MPF, Eder de Moraes Dias arquiteou um esquema para utilizar os empréstimos clandestinos com o empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior - Júnior Mendonça - a mando e no interesse de investigados com prerrogativa de foro deve ser investigado na instancia extraordinária. A empresa da mulher de Eder Moraes, Laura Dias teria recebido R$ 45,5 mil de Júnior Mendonça em 24 de junho de 2009.

O superintendente do Banco Industrial e Comercial (Bic Banco), o contador Luiz Carlos Cuzziol, preso durante a 5ª fase da Operação Ararath, na noite de terça-feira (20), foi colocado em liberdade na noite de domingo (25). Ele foi preso por força de mandado de prisão temporária (cinco dias) no Centro de Custódia de Cuiabá, instalado no bairro Centro América, conforme confirmação da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). 

Há suspeita de participação em um esquema de lavagem de dinheiro beneficiando políticos do Estado.A instituição bancária é investigada pela concessão de empréstimos fraudulentos em Mato Grosso em atendimento aos interesses do ex-secretário de fazenda, Eder Moraes entre os anos de 2009 e 2010. 

Entenda

A quinta etapa da Operação Ararath, deflagrada na manhã de terça-feira (20) pela Polícia Federal em Cuiabá, dá uma noção do tamanho do esquema investigado em Mato Grosso contra crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli revela o funcionamento de uma instituição financeira “pirata” que abastecia campanhas eleitorais, “presenteava” autoridades e viabilizava até a compra de vagas no Tribunal de Contas do Estado. O “banco clandestino” ainda auxiliava seus tomadores na ocultação da origem de recursos recebidos por empresas privadas.

Sofreram devassas em suas casas e/ou gabinetes nesta terça-feira o ex-secretário de Fazenda, Casa Civil e Secopa, Eder Moraes (PMDB); governador Silval Barbosa (PMDB); deputado estadual e presidente afastado da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Riva (PSD); prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB); conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado Humberto Bosaipo; conselheiro do TCE e ex-deputado estadual Sérgio Ricardo e o promotor de justiça e membro do Gaeco Marcos Regenold Fernandes.

Dos pedidos de busca e apreensão solicitados pelo Ministério Público Federal e pela Procuradoria-Geral da República, Dias Toffoli só não acatou os mandados contra a casa e a empresa Amaggi, do senador Blairo Maggi (PR), que era governador do Estado durante o período em que o esquema foi identificado, em 2005, e que teria seguido até 2013, já sob a administração de seu sucessor, Silval Barbosa (PMDB). 

As quatro primeiras etapas da Ararath apontam que o empresário Gercio Marcelino Mendonça Junior, o Júnior Mendonça se utilizou de sua empresa de factorind Globo Fomento Mercantil e depois de sua rede de postos de combustíveis Comercial Amazônia Petróleo para operar, sem autorização do Banco Central do Brasil, concedendo empréstimos de vulto a pessoas físicas e jurídicas, com tomada de garantias e cobrança de juros. 

Mendonça optou por fazer delação premiada à Polícia Federal e seus depoimentos, junto ao que já havia sido apreendido nas etapas anteriores da operação, basearam a quinta fase da Ararath.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Cidade com mais ar puro!

Os investimentos em esgoto em Rondonópolis ultrapassam os R$ 80 milhões. A Prefeitura, por meio do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, já terminou grande parte das obras e outras estão em fase final. Hoje, 55% da cidade já estão cobertos pela rede, que através de elevatórias levam o esgoto coletado em várias partes da cidade à nova Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, que conta com cinco novas lagoas, todas com o sistema de aeração, tecnologia para tirar o mau cheiro. A meta é atingir 100% de esgoto tratado até o fim de 2016. 

Se for assim, Rondonópolis passa a ser uma das cidades com 100% de cobertura de esgoto tratado.

Na Estação de Tratamento de Esgoto, os investimentos já permitiram a finalização de cinco novas lagoas, o que elevou a eficiência de tratamento dos antigos 30%, para os atuais 80%, eliminando o mau cheiro que tomava conta da redondeza e diminuindo os danos ao Rio Vermelho.

Com a finalização das últimas obras, a ETE deverá atingir quase 100% de eficiência no tratamento de esgoto da cidade. 

Elevatórias

O Sanear também já finalizou duas elevatórias de esgoto, uma no bairro Nova Era e outra no Córrego Canivete. As duas elevatórias tornaram possível que vários bairros da região norte da cidade passassem a integrar a rede de esgoto. Hoje, o esgoto coletado na região passa pelas duas elevatórias até chegar à ETE, onde é tratado. 


terça-feira, 27 de maio de 2014

Hospitalidade na copa


Quatro jogos da Copa do Mundo de 2014, milhares de torcedores estrangeiros pelas ruas e um grande ponto de interrogação no centro da capital mato-grossense. Resumidamente, este deve ser o cenário que os cuiabanos começarão a acompanhar daqui a 16 dias quando os jogos tiverem início.

Vários moradores da Grande Cuiabá foram questionados sobre as expectativas para o Mundial de 2014 e como a cidade irá se portar diante de tantos turistas estrangeiros. Com poucos investimentos no turismo, a cidade deixa a desejar e pouco terá para oferecer aos que vierem.

Um dos fatos que gerou a maior preocupação para os cuiabanos é o da cidade ainda ser um canteiro de obras às vésperas do início do evento. O cenário pouco deve mudar até o dia 12 de junho e, portanto, esta será a realidade de Cuiabá para a Copa do Mundo. Para os mato-grossenses resta servir o que têm de melhor: a hospitalidade.

O torneio ainda nem começou e a cidade já teve sua imagem arranhada na imprensa nacional e internacional nas últimas semanas. O aeroporto causa espanto aos turistas enquanto a cidade assusta por ter várias obras ainda inacabadas. Porém, as autoridades continuam com o discurso de que Cuiabá é a capital que mais aproveitou a Copa do Mundo e será outra após a realização do evento.

Confira a expectativa dos cuiabanos para o Mundial de 2014:

NAYANA BRICAT, Estudante

“A expectativa poderia ser maior caso a cidade estivesse preparada para receber os turistas. Não tem como pensar somente no espírito esportivo com o caos que está Cuiabá. Para a capital será bom vir pessoas de fora para conhecer a região, mas acredito que não sairão daqui com boa impressão. Mas, isso não acontecerá somente em Mato Grosso. O país como um todo ainda não está com a infraestrutura preparada para receber um evento desse porte”.

JOÃO MARCOS ALE, Estudante

“Não estou esperando muita coisa, visto que para grande parcela dos brasileiros os jogos serão vistos apenas pela televisão. Então, a Copa no Brasil, não será para os brasileiros em massa e sim para grande parte dos turistas, dos políticos e das grandes corporações que vão lucrar muito com o evento. Cuiabá não está preparada pra receber os estrangeiros. Até porque o turismo aqui não é muito valorizado, vai ter problema de comunicação, a cidade não está organizada e estruturada. Enfim, vamos passar vergonha e a imagem que ficará não será nada bonita”.

GABRIELA PIAIA, Comerciante

“Espero que a Copa do Mundo traga um crescimento e reconhecimento internacional para a nossa cidade. A maioria dos ingressos vendidos (65%) são para estrangeiros. Infelizmente não vai ser perfeito porque as obras tiveram varias polêmicas. Nós inclusive fomos chamados de ‘cidade do improviso’. Acredito que a infraestrutura vai deixar a desejar no município, mas a recepção calorosa do povo cuiabano ajudará a amenizar os problemas”.

GABRIEL LUCAS, Vendedor

"A expectativa para a Copa do Mundo aqui em Cuiabá é a melhor possível. Eu espero que a cidade consiga suportar a quantidade de pessoas que devem vir assistir aos jogos. Acredito também que a impressão para os estrangeiros seja muito boa, apesar da infraestrutura que deixa a desejar".

LÉLIA MORAS, Servidora pública do Município

"De um modo geral será uma experiência inovadora para o estado de Mato Grosso que irá expor a sua capacidade de promover eventos desportivos, mostrar a sua cultura, flora e fauna para o Brasil e em troca irá se enriquecer culturalmente através desse contato com pessoas de outros países. Um dos problemas é que nossa capital não apresenta muitas opções de bares, restaurantes e teatros e a locomoção até o presente momento está prejudicada pelas obras de mobilidade urbana. Sob o ponto de vista da infraestrutura da capital, sairão com uma impressão não muito boa. Entretanto quanto à receptividade do povo cuiabano, com certeza sairão muito satisfeitos".

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Gabarito da Unemat sai hoje


As provas do vestibular para ingresso nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Mato Grosso e da primeira fase do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros terminaram sem que fossem registrados quaisquer imprevistos ou ocorrências graves. Mais de 14 mil candidatos realizam as provas em 23 cidades de Mato Grosso neste domingo (25) no concurso que é considerado o maior já realizado pela universidade. As provas deste vestibular constaram de 44 questões de múltipla escolha relativas às áreas de Ciências da Natureza, Matemática, Ciências Humanas e Linguagens e Códigos com as respectivas tecnologias além da prova de redação. O tema da redação neste ano abordou as reportagens publicadas em outubro de 2013 a respeito de experiências com animais em nome do avanço científico. Nesta segunda-feira (26) será divulgado o gabarito preliminar das provas. Os candidatos que desejarem poderão interpor recursos nos dias 27 e 28 de maio por meio de formulário específico disponível no portal: www.unemat.br . O resultado final do concurso vestibular da Unemat será conhecido a partir do dia 18 de julho, nesta data também serão divulgados os aprovados fase de exame intelectual dos Cursos de Formação de Oficiais da PM e Bombeiro. Segundo a assessoria da Unemat, a previsão de início do semestre letivo na Unemat é dia 11 de agosto de 2014.  Além de Cáceres, as provas também ocorreram nos municípios de: Água Boa, Alta Floresta, Alto Araguaia, Arenápolis, Aripuanã, Barra do Bugres, Barra do Garças, Colíder, Comodoro, Cuiabá, Diamantino, Jauru, Juara, Juína, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, Sapezal, Sinop, Sorriso e Tangará da Serra.  

sábado, 24 de maio de 2014

Mutirão do Dpvat em Cuiabá

Agende-se, junte a documentação e deixe tudo em dia.

Na próxima semana a comarca de Cuiabá realiza mais um Mutirão Dpvat com o intuito de conciliar os processos em que tenham vítimas de acidentes automobilísticos. As audiências serão realizadas entre 26 e 29 de maio, das 8h às 17h, na Central de Conciliação, localizada no Fórum da comarca. O mutirão dá às partes que conciliarem a oportunidade de receber mais rápido o valor referente ao seguro, bem como o ressarcimento dos valores gastos com medicamentos.

Já estão separados 684 processos para o mutirão. Durante a ação, também serão disponibilizados quatro peritos para realizar perícias in loco e também serão oferecidas oito bancas para mediar as questões. A juíza Adair Julieta da Silva, coordenadora da Central de Conciliação de Conflitos e Cidadania, vai presidir todos os trabalhos realizados.

Este é o segundo mutirão Dpvat realizado em Cuiabá em 2014. Até o final do ano já estão agendados outros dois, sendo um entre os dias 18 e 22 de agosto e outro entre 1º e 05 de dezembro.

A Central de Conciliação foi instalada em 2012 e está localizada no Fórum Desembargador José Vidal, em Cuiabá. As ações ali julgadas são causas que ainda não têm processos na Justiça comum (fase pré-processual) ou processos enviados das varas ou juizados para a realização de mutirões. Assim como nos juizados, é facultativa a constituição de advogado para as ações.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Aqui pegou também - ônibus parado - caos instalado


Sem acordo após uma audiência de conciliação, os motoristas de ônibus coletivo de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, decidiram parar 100% da frota de veículos nesta sexta-feira (23). De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores do Transporte Coletivo (Stett), os profissionais não aceitaram a proposta de aumento salarial de 5,8% feito pelo sindicato das empresas (STU).
A reunião entre as entidades foi feita nesta quinta-feira (22) no auditório do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT), na capital. A greve começou na terça-feira (20) e afeta 350 mil pessoas que dependem do transporte, segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (SMTU).
Greve
A categoria pede reajuste de 7,15%, para que o salário de R$ 1.680 chegasse a R$ 1,8 mil. Os motoristas também pedem o aumento no valor da gratificação paga juntamente com o salário, de R$ 220 para R$ 250. De acordo com o assessoria do sindicato, os trabalhadores pediram ainda vale alimentação no valor de R$ 400. No entanto, a Justiça arbitrou em R$ 200 e, mesmo assim, o sindicato das empresas não concordou em pagar.
Já antes do início da greve, o TRT concedeu decisão liminar que determinou o mínimo de 70% da frota dos ônibus em circulação nas duas cidades durante a paralisação da categoria. Porém, os motoristas descumpriram a ordem no primeiro dia de manifestação e o sindicato foi multado em R$ 30 mil.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Previsão exata!

O título é até contraditório, mas correto quando se fala em Copa do Mundo no Brasil.
Tudo atrasou e ficou inacabado... Agora da-lhe gasto extra pra deixar tudo em dia... Enquanto isso.. Nos hospitais, tranposrte, impostos, salários vergonhosos...

A administração da Arena Pantanal em Cuiabá passou a ser exclusivamente responsabilidade da Fifa. A Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) informou que vai continuar a finalização da obra, mas não irá mais intervir, por exemplo, no acesso da imprensa ao estádio.

Toda parte administrativa está agora concentrada no Comitê Organizador Local (Col) na cidade do Rio de Janeiro e com Fifa. A Secopa corre contra o tempo para terminar diversas pendências antes do dia 13 de junho, quando acontece o primeiro jogo na Arena, entre as seleções do Chile e da Austrália.

Dos 41.390 lugares, cerca de 39 mil estão instalados, mas só será finalizado após os jogos, pois o local será utilizado pela Fifa para transmissão. Resta ser feito a instalação das estruturas complementares, que compreende os geradores de energia e estrutura de telecomunicações até os centros de mídia e de voluntários, tendas, ar condicionados, cercas, CFTV, divisórias, mobiliários, serviços de alvenaria e módulos habitacionais.

Sem solenidades, o Governo do Estado passou a responsabilidade do estádio sem alardes. “Não há motivos para uma solenidade. É apenas um contrato que está sendo cumprido”, disse a Secopa.

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Usuários da MT 130 irão receber Boletim Informativo com atividades da Morro da Mesa

A Morro da Mesa Concessionária de Rodovias lança o primeiro Boletim Informativo da Companhia. O material é destinado aos usuários do trecho concedido da MT130 entre Rondonópolis e Primavera do Leste e será distribuído nas praças de pedágio.

O Boletim Informativo será mais um novo veículo de comunicação com os usuários que trafegam na rodovia a passeio ou a trabalho, moradores das cidades que margeiam as rodovias e todos aqueles que desejam saber um pouco mais sobre as atividades desenvolvidas pela Morro da Mesa desde o início de sua operação.

Estão disponíveis na rodovia serviços de atendimento ao usuário que operam 24 horas, como: Socorro médico, socorro mecânico, resgate de animais na pista, caminhão pipa e inspeção de tráfego constante. Em caso de emergência, a concessionária disponibiliza um canal de atendimento ao usuário pelo telefone 0800 646 0130.


terça-feira, 20 de maio de 2014

Bomba: Empresários prometem botar a boca no trombone veja porque...


Assim como quase tudo que tem acontecido nessa administração, as coisas só “andam” quando há uma pressão ou outras coisas "estranhas", tipo “conversas” em salas fechadas bem de "pé de ouvido".

Segundo informações alguns empresários que aguardam o prefeito Percival Muniz (PPS) assinar a liberação das escrituras dos terrenos dos distritos industriais há mais de 8 meses, prometem botar a boca no trombone e esclarecer a sociedade o que tem “emperrado” esses procedimentos. 

A não liberação desses documentos de empresas que já estão a dois anos ou quase a isso instalados, precisam da escritura para poder junto a instituições financeiras conseguir financiamentos para aumentar a produção de suas unidades na cidade, o que traria mais emprego e renda ao município, mas segundo empresários algo muito estranho vem acontecendo, inclusive a maioria recebeu emissários do paço para “discutir” essa liberação.


Não é a primeira vez que houve uma pressão como essa, no final de 2013 segundo informantes de dentro da prefeitura, um empresário chegou a devolver um terreno e inclusive enviou uma "carta bomba" ao secretário de desenvolvimento econômico da época afirmando porque não queria mais o terreno.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Aumenta o número de casos de abuso contra crianças


Trinta e sete crianças e adolescentes foram abusadas sexualmente em 2013 em Cáceres 

Trinta e sete crianças e adolescentes foram abusadas sexualmente, em 2013, em Cáceres. É o que revela um documento elaborado pelo Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), a que o Jornal Expressão, teve acesso com exclusividade. Os números são preocupantes, levando em conta de que, esse balanço é apenas do CREAS. Nele não constam casos registrados por outros órgãos de segurança e defesa da criança e adolescente, como por exemplo, a Delegacia do Menor, Conselhos Tutelares e Ministério Público.   Neste domingo é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O tema “Quebrando o Silêncio” reforça a necessidade de que as pessoas devem denunciar essa prática criminosa que ainda persiste, na maioria das regiões do país.   Ao todo, o CREAS em Cáceres registrou 93 atendimentos de violências contra crianças e adolescentes. Depois dos abusos sexuais, em segundo lugar, aparecem os casos de negligência, com 37 registros. O documento elaborado pelo centro observa que, na maioria das vezes, a violência sexual ocorre no contexto de uma relação afetiva entre o autor e sua vítima. Ainda que os pais eduquem seus filhos orientando-os a desconfiar de estranhos.   Segundos pesquisas e dados de registros do Centro de Referência Especializado em Assistência Social – CREAS, a prática da violência sexual é realizada em sua maioria por alguém que a criança conhece, confia e ama e, essa relação, cercada de segredos, facilita o domínio sobre a criança. Dos 93 casos registrados pelo CREAS, 50% são de encaminhamentos via Conselho Tutelar.   A rede de atendimento e garantia de direitos de Cáceres vem fortalecimento os meios de proteção às crianças e adolescentes, e neste ano, por intermédio da Universidade Norte do Paraná – Campus Cáceres através do Curso de Serviço Social, as ações de combate e ao abuso sexual contra crianças e adolescentes, serão executadas com as instituições que compõe a Rede: Poder Judiciário, Ministério Público, Secretaria Municipal de Ação Social – CRAS e CREAS, Centro de Referência em Direitos Humanos, 2ª Batalhão de Fronteira, Marinha, todos em prol do mesmo objetivo, tema da Campanha Nacional:

domingo, 18 de maio de 2014

Obras em tempo recorde pra copa, e depois?

Nunca vimos obras ficarem rponats em tãoi pouco tempo não é? Porque será que quando não é copa fica tudo difícil?.. e como agora sai tudo rápido? dinheiro, licitação, prazos.
Vamos cobrar essa mesma agilidade também depois da copa, afinal, é possível. Concordam?


Os motoristas devem ficar atentos a uma mudança no trânsito para entrar no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em Cuiabá. A partir de segunda-feira (19), estará bloqueado o acesso à UFMT pela Guarita 1, pela Avenida Fernando Corrêa da Costa. De acordo com a Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), a interdição deve durar cerca de 20 dias. Neste período, a entrada na UFMT deve ocorrer pela Guarita 2, localizada na Rua Alziro Zarur, no Bairro Boa Esperança.
A Secopa informou que o bloqueio é necessário para dar sequência às obras de terraplanagem e pavimentação da rotatória e da via marginal embaixo do viaduto Jornalista Clóvis Roberto. A interdição também vai permitir que seja construída a rotatória que ligará a Avenida Parque Barbado à UFMT.
Em obras
O viaduto Jornalista Clóvis Roberto tem 428 metros de extensão e foi liberado parcialmente para utilização da população em dezembro de 2013. Atualmente o Consórcio VLT realiza obras na parte inferior da estrutura, como a construção de uma rotatória e atividades relacionadas à drenagem. Esta rotatória, ressalta a Secopa, também estará ligada à Avenida Parque do Barbado e à via de acesso ao campus da UFMT.

sábado, 17 de maio de 2014

Divulgada a lista de escolas que receberão ingressos para a Copa


A lista das 901 escolas públicas que foram contempladas no sorteio de 48 mil ingressos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 já está disponível para consulta. A tabela mostra a quantidade de ingressos que cada instituição de ensino vai receber e os jogos correspondentes. O sorteio foi realizado pela Caixa Econômica Federal no dia 3 de maio, a partir de combinações de números geradas pelo resultado da extração da Loteria Federal.

As escolas estão localizadas nas cidades-sedes do torneio e fazem parte do Programa Mais Educação. Para cada jogo, as instituições receberão ingressos para serem distribuídos pelos alunos e para uma pessoa responsável. Os diretores das unidades de ensino deverão aderir por meio do Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec), do Ministério da Educação, e informar o nome e documentos das pessoas que ficarão responsáveis pelo processo.Esses responsáveis farão a retirada dos ingressos nos centros de distribuição da FIFA e preencherão no próprio Simec os nomes e lugares dos alunos e seus responsáveis. A lista com o nome de todos os alunos sorteados, com os respectivos jogos, será divulgada publicamente antes do início da Copa do Mundo.

Mais Educação
O programa Mais Educação tem por objetivo aumentar a jornada dos alunos nas escolas públicas, em até sete horas diárias, articulando as disciplinas curriculares com diferentes campos de conhecimento e práticas socioculturais. Em 2013, 49 mil escolas participaram do Mais Educação, sendo que quase 32 mil possuíam maioria de alunos beneficiários do Bolsa Família.

Para o desenvolvimento das atividades, o governo federal repassa recursos para ressarcimento de transporte e alimentação de monitores, materiais de consumo e de apoio. As unidades de ensino também recebem conjuntos de instrumentos musicais e rádio escolar, dentre outros, e referência de valores para equipamentos e materiais que podem ser adquiridos pela própria escola com os recursos repassados.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Oportunidade para quitar débitos


Contribuintes que possuem débitos com a Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) poderão parcelar a dívida em até 80 vezes, com benefícios de redução de até 55% para impostos, e 90% para multas. Estas são algumas vantagens que serão dadas àqueles que negociarem seus débitos durante a Semana de Conciliação Fiscal. O convênio de parceria com o Tribunal de Justiça foi assinado ontem (15.05), no Núcleo de Solução de Conflitos, em Cuiabá.

A Semana de Conciliação Fiscal será de 02 a 06 de junho, no Fórum da Capital, das 9h às 17h, e alcança débitos até 31 de dezembro de 2012. A expectativa é arrecadar cerca de R$ 15 milhões no período, por se tratar de uma boa oportunidade para os contribuintes regularizarem suas dívidas fiscais. Aplica-se aos débitos que na data da celebração do acordo estiverem registrados no sistema eletrônico de conta corrente geral do Estado.

Segundo o secretário-adjunto da Receita Pública da Sefaz, Jonil Vital de Souza, a Semana de Conciliação visa recuperar de forma célere créditos tributários de baixa liquidez e multas, com mais de 180 dias. “Toda maneira de melhorarmos a arrecadação estadual é importante. A iniciativa beneficia não só o Estado, mas o próprio contribuinte, que poderá se regularizar perante ao Fisco com vantagens exclusivas durante a Semana”, declarou.

Para o juiz Hildebrando da Costa Marques, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, a parceria com o Estado é a concretização de um objetivo antigo, já que a Secretaria de Fazenda é o primeiro órgão do Governo a aderir ao Núcleo. “É uma excelente oportunidade de negociar os débitos. A empresa precisa funcionar e o contribuinte que tem interesse em manter o seu negócio vai procurar a regularização”, ressaltou.

A juíza Adair Julita da Silva, coordenadora da Central de Conciliação e Mediação da Capital, explica que a conciliação teve início em Mato Grosso em 2001. “Surgiu para evitar a judicialização e incentivar o pré-processual, ou seja, resolver o conflito por meio de acordo e deixar o Judiciário livre para atuar em casos mais complexos. O modelo está sendo muito bem aceito pela sociedade”, concluiu Adair.

NEGOCIAÇÃO

Os contribuintes com débitos fiscais receberão um comunicado do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJ-MT para comparecerem de 02 e 06 de junho à Central de Conciliação e Mediação da Capital, no Fórum de Cuiabá, no período das 9h às 17h. Serão notificados aproximadamente mil contribuintes.

Aqueles que não receberem o comunicado e desejarem solucionar seus débitos, poderão solicitar oportunidade por meio de envio de e-mail para conciliacaofiscal@sefaz.mt.gov.br até o dia 05 de junho, pedindo a inclusão no programa.

A negociação não alcançará débitos e penalidades referentes ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), bem como débitos objeto de parcelamento em andamento.

O valor do débito poderá ser parcelado em até 80 parcelas mensais e sucessivas. O valor mínimo de cada parcela não poderá ser inferior a 1,50 Unidade Padrão Fiscal (UPF/MT) para optantes do Simples Nacional; 5 UPF/MT para empresas do Simples Nacional (ME ou EPP); e 10 UPF/MT para os demais casos.

Débitos ocorridos de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2013 poderão ser liquidados sem qualquer redução, em até 36 parcelas mensais e sucessivas.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Mais vigilância

O Sistema Penitenciário de Mato Grosso já recebeu cinco mil tornozeleiras para reforçar o monitoramento dos detentos. 
As tornozeleiras eletrônicas e o botão de Pânico foram entregues ao presidente do Tribunal de Justiça Orlando Perri e ao juiz de Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidelis. A empresa Spacecomm Monitoramento LTDA. será responsável pelo fornecimento dos materiais, que vão custar R$ 1 milhão por mês ao Estado, o que significa R$ 12,8 milhões por ano.
Vale esse investimento? Vai adiantara algo? Como fiscalizar?
Vamos acompanhar por aqui....


quarta-feira, 14 de maio de 2014

Segurança.... Mas não é só pra copa... Depois volta a ser como era antes ou até pior


No dia 24 de junho, Cuiabá pode sofrer uma verdadeira ‘invasão japonesa’. A seleção do Japão enfrentará a Colômbia, às 17 horas, na Arena Pantanal. Mas poderia ser muito melhor não fosse uma imagem ruim, deteriorada, que a cidade ostenta entre os japoneses. Na semana passada, o Ministério das Relações Exteriores do Japão lançou um alerta para os torcedores que pretendem vir ao Brasil: cuidado com a criminalidade. Mais que isso: no documento, Cuiabá é descrita com uma "incidência de assassinatos maior do que São Paulo".

E é uma verdade. O índice de criminalidade na Capital está assustador. Com baixo efetivo de policiais nas ruas, os homicídios estão avançando nas estatísticas. Em abril, pelo menos 59 pessoas foram assassinadas na Grande Cuiabá. Comparado com o mesmo período de 2013, as execuções cresceram 118%, informou o delegado Silas Tadeu Caldeiras, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Em mais de 60% dos assassinatos são empregadas armas de fogo e no restante dos crimes são usadas facas ou objetos contundentes (paus, pedras, entre outros), conforme levantamento da DHPP.

A promessa do governador Silval Barbosa em reforçar o efetivo da Policia Militar – a exemplo do que aconteceu com as obras e outros parâmetros necessários, como investimento em saúde – ficou apenas na promessa. O governador propagandeou que contrataria mais 2.100 policiais. Até o momento, nenhum policial chegou à corporação vindo do concurso público realizado este ano.

O concurso tinha objetivo de preparar os aprovados para estarem aptos a trabalharem durante a realização do Mundial da FIFA. No entanto, devido um atraso técnico, a iniciação dessa fase teve que ser adiada, já que o curso de preparação tem a duração mínima de seis meses. Após a realização da prova objetiva, o certame ainda está na fase de investigação social.

A pedido do governo de Mato Grosso, agentes da Força Nacional de Segurança irão atuar em Cuiabá durante a Copa do Mundo. O reforço chegará no dia 11 de junho e ficará até o dia 26, ou seja, dois dias antes e dois depois dos jogos realizados na capital mato-grossense. A apoio foi autorizado pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (13). O número de policiais disponibilizados não foi divulgado.

Os agentes vão atuar na tentativa de preservar a ordem pública através de ações de contingência e controle de tumultos durante o período dos jogos. "A operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de segurança pública do ente federado solicitante, nos termos do convênio de cooperação firmado entre as partes, bem como permissão de acesso aos sistemas de informações e ocorrências no âmbito da segurança Pública, durante a vigência da portaria autorizativa", diz o artigo 2º da portaria.

Além desse reforço de policiais da Força Nacional, Cuiabá contará com 900 militares de Mato Grosso do Sul em uma ação da Operação Ágata, deflagrada pelo Ministério da Defesa em toda a faixa de fronteira com outros países. Informações do Comando Militar do Oeste (CMO) dão conta de que serão designados militares de diversas áreas, inclusive engenharia e comunicação, para reforçar o efetivo da capital mato-grossense.
Seja como for, os japoneses estão sendo orientados pelas autoridades a evitar os ônibus e a não reagir: "Revólveres são muito usados por criminosos", explica o texto.

O alerta toca fundo o Japão, onde os índices de criminalidade são baxíssimas. Em 2012, em todo o país, foram três homicídios com armas de fogo e 31 assaltos com revólveres. Mas nem essa realidade, tão distinta da nossa, brasileira, é capaz de espantar os torcedores.

O número de japoneses viajando para a Copa deve superar os que foram para a África do Sul, em 2010. Um grupo, enquanto prepara fantasias, revela uma certa preocupação. Um deles, que é agente de viagens, esteve na Copa das Confederações. Ele diz que pretende sempre andar acompanhado e não sair à noite.
- See more at: http://www.24horasnews.com.br/noticias/ver/japao-lanca-alerta-para-os-torcedores-e-cita-cuiaba-como-rcidade-de-crimesr.html#sthash.eOaFC0sD.dpuf

terça-feira, 13 de maio de 2014

Não vai ficar pronto até a copa!


Além do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), outras obras de mobilidade urbana não ficarão prontas a tempo da Copa do Mundo, em Cuiabá. A informação foi dada pelo secretário Maurício Guimarães, da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), nesta terça-feira (13), data que marca os 30 dias para o mundial de futebol. Ele afirmou que as trincheiras do Santa Rosa e da Jurumirim, e o Complexo do Tijucal, composto por uma trincheira e um viaduto, que foi parcialmente liberado para o tráfego de veículos, não serão entregues até o dia 13 de junho, quando será realizado o primeiro jogo na capital.
No entanto, a expectativa da Secopa é entregar essas três obras durante a Copa, que termina no dia 27 de junho. Com o tempo curto para a conclusão dos projetos, Guimarães afirmou que a prioridade do governo é liberar as vias de acesso entre o Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, e a Arena Pantanal, onde serão realizadas os jogos.
Neste mês, está prevista a inauguração da Arena Pantanal, da duplicação da Rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande, e da trincheira do Verdão, que fica nas proximidades do estádio. Com isso, vão restar ainda cerca de 40 obras para ser entregues no mês da Copa. Conforme a Secopa, não deve haver nenhuma cerimônia de entrega, apenas a liberação.

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Jogos Indígenas em Parecis



O VIII Festival de Cultura e Jogos Indígenas do Parecis acontece no município de Campo Novo do Parecis/MT, no período de 05 a 08 de junho, com objetivo de alavancar o etnoturismo e consequentemente, a sustentabilidade econômica através das atividades esportivas e culturais do Povo Haliti e outras etnias convidadas. 
Diante da história de contato do Povo Paresi e da sua realidade é prerrogativa legítima das comunidades Paresi-Haliti, implementar o evento em parceria com a Prefeitura Municipal de Campo Novo do Parecis, a Administração Executiva Regional FUNAI e o Governo do Estado de Mato Grosso através de Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo, buscando transformar o evento um produto turístico, como uma nova fonte alternativa de renda para as comunidades indígenas, visando melhorar a qualidade de vida e ao mesmo tempo revitalizando, preservando seus valores culturais e garantindo o equilíbrio do meio ambiente com atividades econômicas sustentáveis.
Acredita-se que os segmentos Cultura e Esporte são os mecanismos mais salutares, agregadores e incentivadores para a boa convivência dos haliti e o respeito mútuo com a sociedade não indígena, mostrando os seus valores e por consequência diminuir determinados preconceitos que possa vir a existir por falta desse conhecimento entre ambos.
Desta forma, o segmento esporte é o mecanismo mais salutar e agregador para a boa convivência e o respeito mútuo entre os povos, e a realização do VIII Festival de Cultura e Jogos Indígenas do Parecis busca promover uma nova relação de aproximação, conhecimento, troca e revitalização dos valores das tradições indígenas com a sociedade envolvente e de afirmação como povos autóctones.
Durante os Jogos serão observados:

O respeito, valorização e a revitalização das manifestações culturais do povo Paresi-Haliti;
Intercâmbio cultural;
União entre as várias etnias;
Incentivo do uso sustentável dos recursos naturais em terras indígenas;
Fazer do Festival de Cultura e Jogos Indígenas do Parecis um produto turístico, transformando-o em um processo contínuo e auto sustentável.

ETNIAS PARTICIPANTES
Os Povos Indígenas participantes do evento 2014 se dará entre os habitantes da região descendentes do tronco lingüístico Aruak, e serão convidadas outras etnias do Estado de Mato Grosso.
Os critérios para a participação serão prioritariamente em função daquelas etnias possuidoras de suas tradições originais: línguas, costumes, manifestações culturais (cantos, danças, pinturas corporais e outros), artesanatos e seus esportes tradicionais.

Paresi-Haliti – Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra, Sapezal, Nova Lacerda e Conquista d’Oeste
Manoky (Irantche) – Brasnorte
Enawenê-Nawê – Juina
Nhambikwara – Sapezal e Comodoro
Umutina – Barra do Bugres
Rikbatsa – Juina
Xavante – Barra dos Garças
Bakairi – Nobres

Serão desenvolvidas as seguintes atividades desportivas:

Arco e Flecha
Corrida de Toras
Arremesso de Lanças
Cabo de Força
Corridas – Velocidade (100 m) e 4 x 100m
Jikunahati (Cabeça Bol)
Tidimore
Futebol (Masculino e Feminino)

O evento contará com as seguintes apresentações das manifestações culturais das etnias:

Danças
Cantos
Canto xamânico
Pintura corporal
Artesanatos indígenas
Exposição fotográfica
Exibição de vídeos
Exposição etnográfica

Serviço:
VIII FESTIVAL DE CULTURA E JOGOS INDÍGENAS DO PARECIS
Local: Campo Novo do Parecis –MT
Estádio Ari Tomazelli – Avenida Mato Grosso - Centro
Período: 05 a 08 de junho de 2014

Fonte: Comunicação/Prefeitura Municipal de Campo Novo do Parecis

domingo, 11 de maio de 2014

Trabalhadores em greve se reúnem amanhã com sindicato

Os operários da obra do Centro Oficial de Treinamento da Barra do Pari (COT do Pari), que deflagraram na sexta (9), se reunirão na próxima segunda (12) com o Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Cuiabá e Municípios (SINTRAICCCM), que representa a categoria, para discutir as irregularidades trabalhistas da obra. A reunião acontecerá no COT, em Várzea Grande, às 9 h.

Cerca de 200 operários trabalham no local. Eles reclamam do corte no pagamento da produção (percentual de remuneração além do salário, calculado com base em metas de trabalho realizadas), do não pagamento de horas extras, do desvio de função e da má qualidade da alimentação servida no local, entre outras irregularidades.

O presidente do sindicato, Joaquim Santana, esteve no COT nesta sexta, porém, ao chegar ao local, a maioria dos trabalhadores já tinha ido embora, o que inviabilizou a realização de uma reunião com o grupo.

O COT do Pari é umas das obras mais atrasadas, já que deveria ter sido entregue em outubro de 2013.



sábado, 10 de maio de 2014

Embargo na arena Pantanal - o país do caos e da copa!



O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de Mato Grosso emitiu nota à imprensa, comunicando que determinou a interdição das atividades de manutenção e instalação em linhas energizadas na Arena Pantanal, em Cuiabá.

De acordo com o órgão, a morte do trabalhador Muhammad ´Ali Maciel Afonso, de 32 anos, vítima de uma descarga elétrica no estádio na manhã de ontem (8), expôs a insegurança da obra.

A proibição será mantida até que a empresa Etel Engenharia Montagens e Automação Ltda., contratada pelo Consórcio CLE, comprove haver segurança operacional para execução das atividades pelos operários.

A Secopa afirmou ao Mato Grosso Notícias que toda parte elétrica da Arena já está concluída, faltando apenas a instalação da parte de telecomunicação, desenvolvimento do gramado e instalação de painéis eletrônicos e de 3,5 cadeiras.

O secretário Maurício Guimarães ainda não teria sido notificado da decisão, mas deve se pronunciar ao longo do dia sobre a situação.

A Arena já teve sua inauguração adiada seis vezes. Apesar de ter recebido as partidas entre Mixto x Santos, Luverdense x Vasco, ambas em abril, e Cuiabá x Internacional, em 1º de maio, o estádio ainda não está totalmente pronto.

Segundo Secopa, o jogo entre Santos e Atlético Mineiro, no dia 18 de maio, válido pelo Campeonato Brasileiro, será o primeiro com a capacidade total - e o último antes da entrega do estádio à Fifa.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Sábado é dia de Jogos estudantis

A abertura oficial da 39ª Edição dos Jogos Estudantis Cuiabanos (JECs), será neste sábado (10), às 7h30, no Ginásio Verdinho (CPA I).

O evento terá desfile dos 1.643 estudantes/ atletas e acendimento do fogo simbólico, com execução do Hino Nacional pela banda da Polícia Militar.

Neste ano 47 escolas participam do evento, sendo 20 da rede particular de ensino, 20 escolas da rede estadual, 05 do município e 02 Institutos Federais de Ensino.

Os competidores foram divididos em duas categorias: A (12 a 14 anos) e a categoria B (15 a 17 anos). Eles competirão nas modalidades atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, xadrez, natação e futebol.

Os jogos começam na segunda-feira (12) e vão até o dia 25 de maio em seis pontos da Capital. Entre eles, Verdinho (basquete e futsal), Ginásio do Quilombo (vôlei e futsal), AABB (natação), 44º Batalhão de Infantaria (atletismo), miniestádio do bairro Praeiro (futebol) e Colégio Notre Dame de Lourdes (handebol).

Os vencedores de cada categoria recebem troféus e medalhas, além de representar Cuiabá nos Jogos Estudantis Mato-grossenses.


quinta-feira, 8 de maio de 2014

As Bruxas de Oz em Cuiabá


O espetáculo musical "As Bruxas de Oz", do grupo Pessoal do Ânima, volta ao palco do Cine Teatro Cuiabá nesse fim de semana do dia das mães, dias 10 e 11 de Maio às 19h. O musical é direcionado para toda família e traz banda ao vivo, dança e projeções de animação em telão.

Inspirado no livro "O Maravilhoso Mágico de Oz" de L. Frank Baum, a história foi inteiramente adaptada para a região de Cuiabá, com musicas originais compostas especialmente para o espetáculo.

O musical conta ainda com direção musical de Thyago Mourão, preparação vocal de Gilberto Nasser e coreografias de Aline Fauth. "É uma montagem ousada, pois mistura muitos elementos em cena e exige bastante dos artistas. As músicas foram criadas, pensando na diversidade de estilos, por isso temos tanta mistura de ritmos", conta Thyago Mourão.

A coreógrafa Aline Fauth também diz ter pensado nessa diversidade para criar as coreografias: "Eu procurei buscar sempre o que a ator podia me oferecer, pois são atores e não bailarinos. Por exemplo, com a Dorothy me inspirei no balé clássico, porque a atriz possuía essa base. Já para o Homem de Lata, utilizei movimentos do Hip-Hop e do Break, pela própria rigidez que a personagem pede. E para o Espantalho e o Leão, usei movimentos contemporâneos, que transmitem leveza", explicou Aline.

O espetáculo traz no elenco as atrizes Manuele Pavan, Anne Queiroz e Natália Lopes e os atores Eduardo Butakka, Thyago Mourão e Kleber Borges. Na banda ao vivo, estão os músicos Daniel Tetilla, Raul Fortes e Jefferson Neves. Quem assina os figurinos é o estilista Eduardo Solano e a maquiagem é de Leandro Brito. A sonoplastia e a iluminação ficam por conta de Danilo Lobato e Priscila Freitas.

As Bruxas de Oz é patrocinado por A Produtora Filmes, CNA Publicidade e Cultura, Zé da Pipa e Colégio Plural. E conta com o apoio de Casinha do Meio, Império do Som, Vult Cosmética, IFMT e Sol Maior.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Aécio Neves cresce nas pesquisas em Mato Grosso




A presidente Dilma Roussef (PT) apresentou queda nas intenções de votos em Mato Grosso e já aparece empatada com o pré-candidato Aécio Neves (PDSB). Ambos detêm 26,1% das intenções de voto na modalidade estimulada – aquela em que é oferecida ao eleitor nomes dos pré-candidatos – entre os eleitores do Estado, em pesquisa realizada pelo Instituto KGM.

Na sequência, vem o candidato Eduardo Campos (PSB) com 11,8% e Randolfe Rodrigues (PSol) com 1,5%. Outros 22,4% dos entrevistados não votariam em nenhum candidato, branco ou nulo e 12,2% não souberam ou não responderam ao questionamento. 
O cenário foi identificado pela segunda pesquisa de intenção de votos realizada entre os dias 22 e 29 de abril, pelo Instituto KGM. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (5), após os pesquisadores ouvirem 1.100 pessoas entre 16 anos e mais de 60 anos, moradoras de 55 municípios do Estado. 

A presidente Dilma caiu 3,6 pontos percentuais entre a primeira pesquisa divulgada no início de março pela KGM e esta de abril. Na época, Dilma aparecia com 29,7%. Já Aécio Neves, “dono” de 22,8% em março cresceu 3,3%. 

O mesmo aconteceu com Eduardo Campos, que de 8,5% passa a apresentar 11,8%. Já o nome de Randolfe Rodrigues caiu um décimo, de 1,6% em março para 1,5% em abril.

Na pesquisa espontânea – aquela em a pergunta é feita sem nomes para respostas – os números diferem dos da estimulada. Se as eleições fossem hoje, Dilma Roussef teria 9% das intenções de votos e Aécio Neves 7,4%. Na sequência aparecem Eduardo Campos com 2,1%, Lula (PT) com 1,5% e Marina Silva (PSB) com 1,3%.

No entanto, a maioria (76,3%) dos mato-grossenses não sabe ou não respondeu a pergunta. 

Até as eleições estão previstas outras 9 pesquisas a serem realizadas pela KGM e divulgadas, a exemplo das primeiras, pelo site HiperNotícias, Blog do Antero e TV Pantanal, canal 22.

REJEIÇÃO 
A pesquisa também avaliou a rejeição dos candidatos. Embora 21,4% não responderam a pergunta, Dilma Rousseff aparece com o maior índice de reação negativa à avaliação popular, com 41% das citações. Eduardo Campos é o menos rejeitado, com 5,7%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº. BR - 00082\2014 e tem margem de erro de 3% e intervalo de confiança de 95%.